Crapô: Regras

Regras do jogo de cartas Crapô, Carapô ou Crapot


O objetivo principal do jogo é livrar-se de todas as cartas, ou do maior número delas, o mais
rapidamente possível, apoiando-se para isso em todas as manobras permitidas pelas regras do jogo.

Regras:

  • Jogado por dois participantes, utilizando-se dois baralhos de 52 cartas;
  • Inicialmente misturam-se os dois baralhos e distribuem-se as cartas, uma a uma pelos dois jogadores;
  • Cada um deve voltar a baralhar as cartas, “parti-las” e formar o seu monte crapô que é constituído por treze cartas;
  • A última carta fica virada para cima;
  • O jogador que tiver a carta mais baixa, sobre o crapô, inicia o jogo;
  • No caso de as cartas terem o mesmo valor, a décima quarta carta vai decidir quem começa;
  • De seguida, coloca-se essa carta no meio do monte;
  • O monte do crapô será colocado à esquerda, enquanto o monte principal ficará à frente do jogador;
  • A partir deste momento, cada um dos montes passa a ser designado, respectivamente, de crapô e monte;
  • De seguida, cada um dos jogadores coloca quatro cartas sobre a mesa, à sua esquerda e alinhadas na vertical, formando desta forma duas colunas laterais e paralelas entre si;
  • Entre essas duas colunas deve ficar um espaço (de duas cartas), onde vão ficar as pilhas dos Ases, que são 8 na totalidade;
  • As cartas só podem entrar no jogo exposto, ou seja, nas colunas, em sequência descendente de cor de naipe alternada;
  • As cartas devem ser dispostas de forma a que a carta que fique por cima cubra apenas metade da carta anterior;
  • As pilhas dos Ases têm como base um Ás e sobre qualquer um desses Ases pode colocar-se um 2, depois um 3 e assim sucessivamente até ao rei, mas sempre do mesmo naipe;
  • Estas cartas não poderão ser removidas até ao final do jogo;
  • Não é obrigatório colocar na mesa uma carta que tenha entrado no jogo exposto;
  • Primeiro utilizam-se as cartas do monte crapô e só depois destas se esgotarem é que se podem utilizar as do monte reverso, para preencher as casas vazias;
  • As cartas das extremidades podem deslocar-se para as casas abertas, ou para outras filas desde que se forme uma sequência descendente de cor diferente;
  • Quando se abre uma casa pode manipular-se um par de cartas expostas;
  • Carrega-se, batendo o monte reverso ou o crapô do adversário com uma carta do mesmo naipe imediatamente inferior ou superior à carta exposta que se bate;
  • Um crapô só pode ser carregado se o jogador a quem pertence já o tiver utilizado;
  • Só se houver uma casa aberta é que podem entrar cartas para a mesa, excepto se for um Ás ou se se tratar de uma carta que entre na sequência dos montes dos Ases;
  • Antes de cada jogada, o jogador pode mover a carta destapada do seu monte;
  • Quando as cartas do monte acabam, volta-se o monte reverso e o processo inicial recomeça;
  • O jogo termina quando um dos jogadores ficar sem cartas ou quando ambos decidirem que o jogo está empatado.

2 comentários:

  1. Poço mandar cartas do jogo exposto para o crapô ou o monte do meu adversário, para assim abrir uma casa no jogo exposto.

    ResponderEliminar
  2. só estando espaço vazio.claro do meio não pode dar para o adversário

    ResponderEliminar